Dra. Roberta França - Geriatra Barra da Tijuca

+55 (21) 2104-9572

Av. Luís Carlos Prestes, 410 Sala  321
Barra da Tijuca, Rio de Janeiro - RJ,

O que é Fibromialgia ?

12/4/2018

A Fibromialgia é uma síndrome clínica caracterizada principalmente por dor no corpo

todo. Muitas vezes fica difícil definir se a dor é nos músculos ou nas articulações.
Os pacientes costumam dizer que não há nenhum lugar do corpo que não doa!!

Junto com a dor, surgem sintomas como fadiga (cansaço), sono não reparador

(a pessoa acorda cansada, com a sensação de que não dormiu) e outras alterações como problemas de memória e concentração, ansiedade, formigamentos/dormências, depressão, dores de cabeça, tontura e alterações intestinais.

 

Uma característica da pessoa com Fibromialgia é a grande sensibilidade ao toque e à compressão. Acomete mais mulheres que homens e costuma surgir entre os 30 e 55 anos. Porém, existem casos em pessoas mais velhas e também em crianças e adolescentes.

 

Não existe ainda uma causa definida, mas há estudos que mostram que os pacientes apresentam uma sensibilidade maior à dor do que pessoas sem Fibromialgia.
É como se o cérebro das pessoas com Fibromialgia interpretasse de forma 
exagerada os estímulos, ativando todo o sistema nervoso para fazer a pessoa sentir mais dor.

 

Ela também pode aparecer depois de eventos graves na vida de uma pessoa, como um trauma físico, psicológico ou mesmo uma infecção grave. O mais comum é que o quadro comece com uma dor localizada crônica, que progride para envolver todo o corpo.

O motivo pelo qual algumas pessoas desenvolvem Fibromialgia e outras não ainda é desconhecido.

 

O que não se discute é se a dor do paciente é real!!!

Tanto a ansiedade quanto a depressão influenciam negativamente a Fibromialgia.

A depressão é muito frequente na Fibromialgia, estando presente em até 50% dos pacientes. Desta forma, frequentemente observamos pacientes com Fibromialgia e depressão. Ambas as condições atuam como um círculo vicioso, piorando o quadro.

 

O paciente deprimido também apresenta distúrbio do sono e fadiga, sintomas comuns na Fibromialgia. É importante ressaltar, no entanto, que uma parcela considerável de pacientes com Fibromialgia não apresenta depressão, a tristeza é consequência da dor crônica e incapacitante... ninguém é feliz sentindo dor né?

 

O diagnóstico é totalmente clínico e feito através dos sintomas e sinais. O médico pode pedir exames para excluir doenças que se apresentam de forma semelhante à Fibromialgia ou ainda para detectar outros problemas que podem ocorrer junto.

 

A Fibromialgia é uma doença crônica e embora não exista cura ela não é uma doença progressiva, nunca é fatal e não causa danos às articulações e aos músculos

Em pessoas predispostas, suas manifestações ocorrem ao longo da vida, na dependência de uma série de fatores físicos e emocionais. Assim os sintomas devem ser tratadas na direta proporção de sua gravidade.

 

É muito importante compreender que o tratamento da Fibromialgia depende muito do paciente!!  As medicações existem e são prescritas para auxiliar o paciente mas são as mudanças de hábitos, novas atitudes perante a vida e alterações de rotina que farão toda a diferença no tratamento.

 

Diferentemente de outras enfermidades reumatológicas, como a Artrite Reumatoide e Artrose, a Fibromialgia não causa deformidades ou incapacidades físicas  graves. Entretanto muitos pacientes apresentam uma queda importante da qualidade de vida, com reflexos nos aspectos social, profissional e afetivo.
ASSIM A ATIVIDADE FÍSICA REGULAR DEVERA SER MANTIDA PARA O RESTO DA VIDA!

 

Como por vezes a dor é de difícil controle e não totalmente eliminada muitos pacientes geram um estado crônico de revolta em relação a sua saúde. Queixam-se frequentemente da redução da qualidade de vida global e acabam colocando “culpa” de situações de uma vida inteira na Fibromialgia.

 

ASSIM ATIVIDADES DE MEDITAÇÃO, TERAPIA, RESPIRAÇÃO E CONVÍVIO SOCIAL  SÃO MANDATÓRIAS PARA QUE O TRATAMENTO MEDICAMENTOSO SEJA VERDADEIRAMENTE EFICAZ!

 

Acredite ! Você não está sozinho!!

Pra toda dor que se sente existe uma forma de se tratar...

Ouvir com carinho e atenção ajuda...

Tratar com cuidado e dedicação ajuda...

Acreditar que você pode e merece ter uma vida plena e feliz... cura!!

 

Dra. Roberta França

Medicina Geriátrica - Barra da Tijuca

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Demência Vascular - O que você Precisa Saber

06/25/2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo