Dra. Roberta França Geriatra 

+55 (21) 2104-9572

Geriatra Roberta França Barra da Tijuca

TIJUCA
Rua Dr. Pereira dos Santos, 18 Praça Saens Peña

Telefone: (21) 3077-2121

Geriatra Roberta França Barra da Tijuca

COPCACABANA

Avenida Nossa Senhora de Copacabana 794 sala 902 

Telefone: (21) 3594-8225

Geriatra Roberta França Barra da Tijuca

BARRA DA TIJUCA

Av. Luís Carlos Prestes, 410 Sala  321 | Barra da Tijuca

(21) 2104-9572

Tratamento - Ele não Pode ser Pior que a Doença!

 

O paciente geriátrico apresenta alterações fisiológicas próprias do envelhecimento além de múltiplas patologias crônicas que levam a polifarmarcia.

 

Doenças como diabetes, hipertensão arterial, AVC, fraturas, câncer, osteoporose e depressão são comuns na terceira idade. 

 

Ninguém envelhece igual!

Nosso cérebro também não!!!

Medicar um idoso exige muito critério, extenso conhecimento do processo do envelhecimento e grande entendimento das complexidades farmacologicas, interações medicamentosas e efeitos colaterais.

 

É fundamental avaliar o custo-benefício de cada medicação, se existe evidência que ela efetivamente irá melhorar o paciente e se ela é realmente necessária!

A polifarmacia muitas vezes é acompanhada de efeitos adversos, quedas, comprometimento cognitivo e piora da fragilidade.

 

Três fatores precisam ser levados em conta ao se medicar um idoso:

 

1) O paciente: idade, sexo, peso, automedicação e hipersensibilidade as drogas.

 

2) O medicamento: efeito principal, efeito colateral, interação medicamentosa, toxicidade, superdosagem e intolerância.

 

3) O médico: acertar a medicação, o tempo de uso, a via de administração. Fazer boa avaliação psicologica do paciente e ter uma boa relação medico-paciente.

 

Tudo isso para ter certeza que estamos medicando a necessidade real do paciente!

É imperioso pensar no melhor para o paciente e não exatamente o que a familia deseja ou o paciente quer!

 

Compreender que nem toda queixa é passível e/ou possível de ser medicada.

Nem todo sintoma precisa de remédio !

Muitas vezes o melhor e mais efetivo tratamento é a fisioterapia, a fonoaudiologia, a psicoterapia, a terapia ocupacional e a nutricionista. 

Familiares e pacientes, muitas vezes, consideram besteira todo tratamento não medicamentoso e dão ao remédio todo o crédito e o "poder" de curar.

 

Está errado!

Remédios são necessários quando prescritos corretamente mas não fazem milagre!!!! 

Eles são parte fundamental de qualquer tratamento, isso é verdade!

Mas, como todo e qualquer tratamento, tem que ser de dentro pra fora e de fora pra dentro!

 

Dra Roberta França 

Medicina Geriátrica 

De corpo e Alma 

www.geriatrarobertafranca.com.br 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Demência Vascular - O que você Precisa Saber

06/25/2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo